fbpx

As pragas urbanas, insetos e pequenos animais como baratas, pernilongos, moscas, formigas, ratos entre outros, podem causar muitas doenças ao homem. O contato direto com esses bichos e também com a urina podem transmitir desde doenças de pele, como infecções respiratórias, entre outras doenças, que podem levar até à morte.

As pragas urbanas costumam proliferar desordenadamente em várias cidades do país, e a necessidade do controle destas pragas não é tão somente uma questão de higiene, mas uma preocupação de saúde pública. Conheça mais alguns dos riscos:

As doenças mais conhecidas causadas por pragas urbanas são: a dengue, transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti e a Leptospirose, transmitida através do contato humano com a urina do rato.

Roedores:

Além do prejuízo causado ao se alimentar, os roedores contaminam os ambientes por onde passam através de seus pêlos, fezes e urina com partículas virais que alcançam pessoas por meio da poeira fina solta no ar.

Insetos:

Com um extraordinário potencial de sobrevivência, baratas, pulgas, moscas, mosquitos, traças, entre outros, precisam ser eliminados com diligencia de forma planejada.

Formigas

As formigas domésticas costumam formar seu ninho em eletroeletrônicos por causa da temperatura, podendo muitas vezes danificá-los. E seu pequeno tamanho lhes torna fácil encontrar alimento e abrigo. As formigas são um grande perigo a saúde por transitarem por muitos locais sujos e contaminados, e estão sempre em contato com os humanos.

Cupins

Os cupins têm vida longa: o operário vive até 5 anos, a rainha pode chegar a 20 anos. Os danos causados pelo cupim são em geral consideráveis.

A alternativa mais moderna e, tecnicamente, mais adequada é contratar uma empresa especializada no controle de pragas urbanas. Mas, o risco à saúde que se corre por contratar uma empresa desqualificada de dedetização traz ainda mais danos a saúde que as próprias pragas.

 

ESCOLHA O SEU ESTADO: