fbpx

Pequenos insetos são vetor de quase todas as doenças infecciosas

Você morre de medo de baratas? Isso é comum, elas realmente são insetos nojentos e assustadores. E das formigas? Já não temos tanto medo assim certo? Aí está nosso grande erro. Apesar do pequeno tamanho (muitas têm menos de meio milímetro), elas são consideradas agentes transmissores de doenças bem maiores do que a temida barata.Em busca de alimento, as formigas entram em contato com muita sujeira. Fezes, feridas, escarro e animais mortos são alguns exemplos. Ou seja, elas andam por lugares ainda mais sujos do que as baratas. E carregam em suas patas os mais diferentes tipos de micro-organismos nocivos, principalmente bactérias, fungos e vírus.

– Por isso, formigas são consideradas um vetor de quase todas as doenças infecciosas.

Consumir alimentos que tiveram contato com formigas é muito arriscado. Além de intoxicações alimentares, vômito e diarreia, esse hábito pode causar doenças como tuberculose (por se alimentar de escarro) e até lepra (por andar em ferimentos de outros animais).

Muitas espécies de formigas se reproduzem durante o ano todo, mas outras se reproduzem mais na primavera. No calor as infestações de formigas são sempre maiores. Por isso muita gente tem a impressão de que suas casas são invadidas por formigas nessa época do ano.

Se a infestação for séria, é necessário entrar em contato com um especialista em controle de pragas. Em casos menos graves, medidas simples ajudam a prevenir o problema.

Para começar, mantenha a cozinha sempre limpa.

Aplique com uma seringa água com detergente nos buracos de onde as formigas saem.

Tampe estas frestas com sabão em barra. Pendure galhos secos de arruda nos armários.

Casca de limão ou cravo embebido em álcool afastam as formigas do açucareiro.

Borrife nos ambientes água com cravo-da-índia. (Elas detestam o cheiro desse tempero).

ESCOLHA O SEU ESTADO: