fbpx

Vamos falar um pouco mais sobre a doença do pombo

Os pombos vivem com muita facilidade nas cidades, moram em edificações e costumam fazer ninhos em caixas de ar condicionado, forros e telhados. Por dificilmente serem caçados por outros animais, a população de pombos cresce muito rápido e o aumento de sua quantidade tornou-se um grave problema não só por causarem prejuízos por danificar as estruturas dos prédios mas também são muito prejudiciais a saúde, podendo causar várias doenças graves levando até à morte ou deixando sequelas.

 

A Doença do pombo na verdade são várias doenças como: salmonelose, criptococose, histoplasmose, ornitose e a mais conhecida delas, a meningite : inflamação das membranas que envolvem o encéfalo e a medula espinhal.

Algumas medidas de prevenção:

– utilizar luvas e máscara ou pano úmido para cobrir o nariz e a boca ao fazer a limpeza do local onde estão as fezes;
– vedar buracos ou vãos entre paredes, telhados e forros;
– colocar telas em varandas, janelas e caixas de ar condicionado;
– não deixar restos de alimentos que possam servir aos pombos, como ração de cães e gatos;
– nunca alimentar os pombos.

É muito importante para nossa saúde controlar a população desses animais na comunidade, fazendo com que eles procurem locais mais adequados para viver, com alimentação correta e longe dos perigos das cidades.