fbpx
VOCÊ PODE ATÉ NÃO VER, MAS ELAS ESTÃO LÁ

VOCÊ PODE ATÉ NÃO VER, MAS ELAS ESTÃO LÁ

Você sabia que as pragas são as maiores portadores de doença da sua casa? Ratos, baratas, mosquitos e outros, transmitem doenças fatais! Dengue, tuberculose, leptospirose, zika vírus, hepatite A, febre tifoide, avários tipos de infecções entre outras, são só alguns tipos de doenças. (mais…)

A importância do controle de pragas em áreas alimentícias e restaurantes

A importância do controle de pragas em áreas alimentícias e restaurantes

O controle de pragas em restaurantes é fundamental para que esses locais permaneçam livre de pragas e vetores. As áreas alimentícias são locais propícios para proliferação das pragas, pois essas buscam água, alimento e abrigo para sua sobrevivência. O controle de pragas está aliado as medidas preventivas que devem ser tomadas pelos restaurantes, bares, padarias, açougues e outros. Essas medidas são essenciais para que a estratégia de controle de insetos, roedores e outros se tornem eficiente.

O Regulamento Técnico de Boas Práticas para Serviços de Alimentação da ANVISA recomenda que os serviços de alimentação devem ser livre de pragas e vetores. Abaixo destacamos o trecho da RDC 216/04 sobre a questão:

4.3 Controle Integrado de Vetores e Pragas Urbanas
4.3.1 A edificação, as instalações, os equipamentos, os móveis e os utensílios devem ser livres de vetores e pragas urbanas. Deve existir um conjunto de ações eficazes e contínuas de controle de vetores e pragas urbanas, com o objetivo de impedir a atração, o abrigo, o acesso e ou proliferação dos mesmos.
4.3.2 Quando as medidas de prevenção adotadas não forem eficazes, o controle químico deve ser empregado e executado por empresa especializada, conforme legislação específica, com produtos desinfestantes
regularizados pelo Ministério da Saúde.
4.3.3 Quando da aplicação do controle químico, a empresa especializada deve estabelecer procedimentos pré e pós-tratamento a fim de evitar a contaminação dos alimentos, equipamentos e utensílios. Quando aplicável,
os equipamentos e os utensílios, antes de serem reutilizados, devem ser higienizados para a remoção dos resíduos de produtos desinfestantes.

As empresas que realizam o serviço de Controle de Pragas devem orientar o responsável pela área operacional do local que está sendo tratado sobre as medidas preventivas como por exemplo a utilização de ralos abre/fecha, telas nas janelas entre outras questões que deverão ser analisadas e abordadas pelo técnico responsável da empresa controladora de pragas urbanas. A higienização dos locais é fundamental para manter o ambiente livre de pragas, por isso que o empreendedor deverá seguir a normativa sobre boas praticas da área de alimentação.

Vale ressaltar que é necessário que o local contrate uma empresa especializada e que possua licença para executar esse tipo de serviço. Sempre que pensar em Saúde e prevenção ligue para a e-Control, empresa especializada em Controle de Pragas Urbanas do Grupo EMOPS.