fbpx

Não existe dedetização, o que existe é uma metodologia arcaica, que teve sua origem com a aplicação de DDT (Dicloro Difenil Tricloroetano). Este produto foi proibido em 1970 nos países de 1º Mundo, pelo fato de ser altamente prejudicial a saúde humana. No Brasil, ele foi proibido somente em 2009, quase 40 anos depois, gerando assim, um atraso na regulamentação do serviço. Até hoje, mesmo proibido, muitas empresas ainda utilizam esse produto.

Estudos comprovam que o risco de se realizar o serviço de dedetização é bem maior que os das doenças transmitidas pelas pragas, orientando não fazer a dedetização.

A Dedetização consiste em aplicar a maior quantidade de produto possível para exterminar o maior número de pragas, trazendo grandes riscos a saúde humana. A curto, médio ou a longo prazo pode causar resistência nas pragas, fazendo com que seja necessário aplicar cada vez mais produtos, aumentando o risco ainda mais a saúde humana.

DIGA SIM AO MIP (Manejo Integrado de Pragas).

O controle de pragas, como o próprio nome já diz, trata-se de um controle, e não de um extermínio de pragas. Devemos controla-las com a maior frequência de serviços, impedindo assim a proliferação ou invasão delas.

O MIP é conceituado como a melhor metodologia do mundo em Controle de Pragas Urbanas, por ser mais segura, ecologicamente correta e mais eficaz, pois visa primeiramente medidas educativas, biológicas, físicas e como últmimo recurso o tratamento químico de maneira planejada e localizada para cada situação.

ESCOLHA O SEU ESTADO: