fbpx

Pragas podem se instalar e gerar danos materiais significativos em casas, fábricas, restaurantes e lavouras. Após a Segunda Guerra Mundial começou-se o uso de agrotóxicos e o extermínio de pragas com o uso de substâncias químicas oriundas da indústria de armas da guerra, porém, a utilização indiscriminada dos praguicidas químicos, geralmente promove efeitos colaterais.

Dessa forma, o anseio por um equilíbrio de ações- que pudesse ser aplicado em áreas urbanas e industriais- levou ao MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS URBANAS, o qual um trabalho abrangente, ao incorporar recomendações preventivas e corretivas. As medidas preventivas compreendem a trabalhos de educação das pessoas e à implementação de Boas Práticas, que corresponde a um conjunto de normas importantíssimas na indústria de alimentos, fármacos, cosméticos e afins.

A aplicação do Manejo Integrado de Pragas prevê um conjunto das medidas abaixo descritas, as quais visam a eliminar ou a minimizar os riscos de ocorrência de insetos, roedores e outras pragas.

Segue as recomendações:

1) As instalações não devem ter:

• Possíveis pontos de entrada de insetos no ambiente, como falhas de vedação em tubulações, ralos sem proteção, portas e janelas mal vedadas, etc.;

• Azulejos mal assentados ou quebrados;

• Acúmulo de água em drenos, ralos ou caixas de inspeção;

• Vazamentos em dutos de água e torneiras;

• Falhas na manipulação e guarda de lixo;

• Presença de entulho, materiais fora de uso, caixas e embalagens mal armazenadas;

• Mato e gramas não aparados;

• Estrados com presença de infestações por cupim ou broca;

2) Lâmpadas fluorescentes das áreas externas próximas às portas devem ser trocadas por luz de sódio, que emitem menos radiação ultravioleta e atraem menos insetos;

3) Lâmpadas de luz de mercúrio podem ser utilizadas externamente desde que longe de portas, agindo como atrativas de insetos noturnos voadores para longe do local desejado;

4) Nas áreas de estocagem, deve-se manter distância mínima de 30 cm entre as paredes e os pallets de produtos; entre o piso e os pallets (estrado ou plataforma produzido de madeira, plástico ou metal), tomar distância mínima de 20 cm;

5) Quaisquer sinais de roeduras, fezes, trilhas, pegadas e ninhos de roedores devem ser notificadas, bem como carcaças de insetos, penas, ovos, odores de pragas, etc.;

6) Locais de acesso de pessoas/ funcionários devem ter telas ou cortinas plásticas;

7) Não devem existir resíduos que sirvam de alimento a aves, roedores e insetos;

8) Devem ser desenvolvidos programas de limpeza e higiene junto aos funcionários, familiares e comunidade;

9) Poeira e materiais deteriorados devem ser retirados;

10) Armadilhas luminosas devem ser providas de bandeja ou adesivo que previna queda de insetos eletrocutados nos equipamentos;

Publicado por: Fabiano de Medeiros
Marketing Digital Manaus